sábado, 8 de setembro de 2012

Uma fábula a mais...

O COVIL DOS SUPER-HERÓIS......... Existe um local, junto ao famoso “Farol do Bagre Solitário”, onde vez ou outra se reúnem os velhos super-heróis. É apenas um ponto de encontro e nada mais. Um esconderijo para matar a saudade, tomar uma cerveja, provar uma carne assada, uma asinha de frango e outros petiscos... Ontem foi noite de reunião. Zorro, de óculos escuros, chicote sado masoquista e capa preta, estacionou sua moto “Silver” frente ao estabelecimento. Uma decadente Mulher Maravilha de barriga um tanto saliente e peitos caidaços, veio a seu encontro; - “Quem bom vê-lo amigo Zorro! Tonto não veio com você?” - “Você não está sabendo? Nosso caso teve um fim inesperado... Fui traído e o tonto do Tonto fugiu para Subauma com o bisneto de Jerônimo, o herói do sertão... Cachorro!” Tocha Humana e Mandrake sentaram a mesma mesa, a mesa dos mágicos. Tocha, envolto em algumas ataduras, reclamava da vida; -“ Velho companheiro de aventuras! Semana passada joguei álcool no corpo inteiro... Toquei fogo, veja o resultado! Estou todo queimado... Creio que perdi meus super poderes.” - “Envelhecemos Tocha! Eu também já não consigo esconder uma espada por completo... Estou tentado a fazer tal mágica com pepinos.” queixou-se Mandrake. Na mesa das super mulheres, entre outras, Sherra, Munhrá, Mulher Invisível, Super-moça, Mulher-gato, Mulher-jaguatirica e Narda, a ex-musa de Mandrake fofocavam; -“ Espero que a irmã do Hulk não dê as caras por aqui” disse Jane, a viúva de Tarzan dos Macacos. - “Por que querida? Ela é tão simpática.” sibilou a Mulher-serpente. - “E também muito sensível! Na última reunião estragou a festa.” lamentou a Mulher-pantera. - “Quem esperava pela passagem de um carro de som eleitoral frente ao Covil! Todos sabem que ao ouvir gritar o número 45 ela se transforma na Garota-aerbag e sobra peitada para quem está próximo...” explicou a Mulher-relâmpago. - “Realmente, alem de quebrar inúmeras garrafas, ela nocauteou umas cinco pessoas...” lembrou Mulher-cascavel. Nesse momento Batman adentrou o recinto, Robin quase careca e alguns fios grisalhos, com uma mini capa roxa cravejada de lantejoulas, um short um tanto justinho para a idade e meia máscara negra, deu uma bela mancada, chamou Batman de Clark Kent e o tempo fechou; - “Meu nome é Bruce Wayne e não é porque você está com Mal de Alzaimer que vou permitir que me confundisse com aquele farsante do Super-homem... Ouviu Júnior?” Estava armada a confusão, três identidades secretas reveladas sem mais nem menos em poucos segundos. Lanterna Verde comentou com Lanterna Vermelha a mancada de Batman; - “Bem que eu desconfiava que a identidade secreta de Robin, o ex-menino prodígio, fosse o Júnior...” - “Quem é Júnior?” perguntou Lanterna Vermelha. - “Aquele tiozinho que fez um pacto com o Senhor das Trevas para obter super poderes...” informou Lanterna Verde. - “São tantos tiozinhos na cidade! Tem velhinho sacana se achando tiozinho até no Face book... Não conheço nenhum tiozinho chamado Júnior...” disse Lanterna Vermelha. - “Aquele que... (sussurrou algo no ouvido de Lanterna Vermelha)... E que... (mais sussurros)... E que ganhou o título de Rainha dos Seguranças no carnaval e... ” - “Quer parar de cuspir no meu ouvido! Esqueceu que fiquei surdo devido a um rojão desgovernado que me atingiu no comício do...” gritou Lanterna Vermelha. - “Quer dizer que sua identidade secreta é Dito Taquara, o único a ser atingido por um foguete durante o comício do...” falou Lanterna Verde. - “Hein! Não estou ouvindo nada. Estou surdo já disse...” choramingou Lanterna Vermelha. Nesse momento tão esperado, em que a máscara de Robin cairia definitivamente, um grupo de jovens supermaus entrou no recinto e tentou acabar com a festa; - “Aí velharada! Vocês já eram... A cidade agora é dos jovens... Chega de coroas tentando impor valores ultrapassados... Ética, justiça, moralidade! Que vão se catar... Chegou a nossa vêis, nóis tem morau de sobra... Aí cambada! Vamo dá um cacete nessas múmias e mostrá à força jovem...” Não foi dessa vez que os Jovens do Mal obtiveram a vitória, na verdade levaram a maior surra. Os velhos super heróis não permitiram que os valores se invertessem... Os super-nóias apanharam prá cacete e talvez tenham aprendido que o respeito, a honra, a verdade, a honestidade e a experiência não podem ser posta de lado quando se quer progresso e um mundo melhor. Capitão America/Iguape/2012 Gastão Ferreira/2012

Nenhum comentário: