quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Toninho das Virtudes...

ENTREVISTA NA RÁDIO... A rádio oficial resolveu entrevistar ao vivo os edis de uma pequena cidade. O entrevistado de hoje é Sua Excelência, o nobre vereador Toninho das Virtudes, quem faz as perguntas é Dinho da Viúva, dono da emissora; - “Vossa Excelência foi fotografado na recente exposição de Pinturas e Grafites do município... Um querido ouvinte gostaria de saber desde quando o senhor é amante do belo?” - “Meu caro da Viúva, primeiramente quero deixar claro que eu sou muito macho e não admito suspeitas sobre minha opção sexual... Digo e afirmo que não conheço o Belo, nunca conversei com o Belo e não sou amante desse mequetrefe...” disse colérico o representante do povo. - “Calma nobre vereador! Estou me referindo as Belas Artes...” balbuciou Dinho da Viúva. - “E por acaso o senhor acha que eu conheço alguma sirigaita chamada Belas Artes? Respeite a minha Excelência! Não sou daqueles que não perdoam nem gente da própria família. Sou casado com dona Vesúvia há vinte anos e somos felizes...” gritou indignado o vereador. - “Vamos saltar essa parte sórdida! Outro atento ouvinte quer saber qual a sua opinião sobre o prédio histórico tombado, Correio do Velho... Vossa Excelência é a favor ou contra uma reforma definitiva do mesmo?” inquiriu o jornalista. - “Totalmente favorável! Aliás, sou a favor de várias reformas em todos os velhos prédios da cidade... Parece que tem uma cabeça de burro enterrada no Correio do Velho... Já deram um abraço de despedida, choraram, gritaram, soltaram foguetes, fizeram teatro e nada... Nem uma porta foi colocada e ninguém explica para onde foi o dinheiro tão anunciado e nunca utilizado...” desabafou o vereador. - “Vereador o senhor tem ideia de onde foi parar o dinheiro?” - “Que dinheiro?” - “O dinheiro que chegou para reformar o Correio do Velho...” - “Não sei de nenhum dinheiro!...” - “Vossa Excelência acabou de informar que nem uma porta foi colocada e o dinheiro sumiu...” - “Meu caro entrevistador, não distorça as minhas palavras... Cidadão! Eu afirmei que o dinheiro ninguém viu e não viu mesmo! Ele não chegou ao município...” - “Como não chegou! Sua liberação mereceu até nota no jornal mais lido da cidade...” disse Dinho da Viúva, mostrando o jornal ao entrevistado. - “Problema do jornal! Eu hein!” - “Vamos encerrar a entrevista... O senhor gostaria de mandar um recado aos nossos ouvintes?” - “Caros ouvintes, amigas e amigos admiradores de meu árduo trabalho em benefício de nossa querida cidade, conto com vocês! Na próxima eleição quero continuar contribuindo com a moralidade, a ética, a transparência no trato da coisa pública... Chega de impunidade... Chega de sacanagem... Seu voto é muito importante, votem no trabalho, na experiência, na dignidade... Votem em mim! Toninho das Virtudes... Obrigado!” Gastão Ferreira/2012

Nenhum comentário: