domingo, 10 de abril de 2011

FORRÓ GLS


FORRÓ GLS

Quando Ditinho “Dente de Coelho” esparramou os cartazes convidando a todos para a inauguração de seu novo salão de forró, a cidade entrou em polvorosa. ”NÃO PERCAM:- INAUGURAÇÃO DO ÚNICO FORRÓ GLS DA REGIÃO, DAMAS DESACOMPANHADAS NÃO PAGAM”

- “Não falei! Ditinho nunca me enganou... É um desrespeito, um ultraje à nossa tradição, abrir esse antro de perdição na nossa cara”, afirmou o Pastor Teodósio, “Lábios de Mel”, frente a sua congregação.

- “Nooooooossa! Ditinho demorou a sair do armário. To nessa!”, gritou o famoso Paupau, único maquiador, costureiro e carnavalesco da pequena cidade.

No bar e lanchonete “Achados na Noite”, as opiniões se dividiram. As garotas de programa ficaram horrorizadas. Tia Nelméia, uma garota da melhor idade, setenta e cinco anos, mas aparentando setenta e quatro, foi taxativa; - “Sou contra! A freguesia está escassa. Como não bastasse a concorrência dessas gurias da pior idade, dezoito, vinte anos, agora vem o “Dente de Coelho” com essas estrangeirices.” Seu Anastácio, apelidado “O Santo”, defendeu o amigo; -“ Ditinho tem o direito de fazer o que bem quiser do dinheiro dele, se quer abrir esse novo puteiro, que abra!”

As beatas da cidade falaram com o padre, que lavou as mãos e sugeriu que procurassem o senhor prefeito. O alcaide, foi curto e grosso; - “O que um bando de velhas rezadeiras e desocupadas, têm a ver com os negócios de um cidadão de bem, que paga pontualmente seus impostos? Vão pentear macacos, suas mocréias!”

As carolas, inconformadas, criaram um movimento anti inauguração e foram em passeata pelas ruas da cidade. Portavam faixas com dizeres; - “Fora Satanás!”, “O Diabo adora Forró!”, “Jesus não Dança!”, “ Sou contra o aborto, drogas e música caipira!”, parece que essa participante não entendeu o espírito da coisa, digo, da passeata.

O disque diz estava generalizado. Cada qual tomava um partido. O negócio estava tão feio que até cachorro dos favoráveis, mordia quem era do contra e vice versa, mais vice do que versa, a bem da verdade verdadeira. Foi assim que o pedinte Teobule entrou nessa história, sugeriu que um grupo de cidadãos fosse em romaria a casa de Ditinho “Dente de Coelho”, e, exigisse explicações na fonte geradora da controvérsia.

Ditinho era um apedeuta. Não senhores! Não é um palavrão, mas sim uma pessoa sem estudos, um sem educação, um analfabeto. Ditinho, mesmo sendo um notório apedeuta, é esperto, ganha rios de dinheiro participando de licitações públicas, trambiques políticos, venda de votos e esquemas para lesar o contribuinte, coisas aceitas como normais pela sociedade local. A carola, dona Marcolinda, Marco por parte de pai e Linda pelo lado materno, foi quem encarou o valente; -“ Olha aqui Ditinho! Que palhaçada é essa de abrir um forró GLS na cidade? Você não tem vergonha nas fuças?”, perguntou a educada beata.”Qualé Lindinha? Já esqueceu que você adorava forró quando mocinha.”, afirmou Ditinho. O povão caiu na risada, Marcolinda não perdeu a pose e contra atacou; -“ Meu passado está morto e enterrado! Hoje sou apenas uma serva do Senhor.”

“Dente de Coelho” estava para revelar publicamente segredos guardados a nove chaves por Marcolinda, pois, os de sete chaves toda a cidade conhecia, quando Teobule, o mendigo, perguntou; - “Seu Ditinho, afinal o que é um forró GLS?”

O silêncio foi instantâneo, Ditinho pigarreou e mandou ver; - “Meu povo, quanta burrice! Parece que vocês não sabem, mas o tal GLS está fazendo o maior sucesso no país inteiro... O forró GLS é, trocando em miúdos para vocês, bando de ignorantes, GLS significa a abreviação de Garotos, Lobisomens e Sacis...

Todos aplaudiram a sagacidade de Ditinho “Dente de Coelho”... A cidade ficaria famosa por ter o primeiro forró para Lobisomens e Sacis... Ah, esse Ditinho! Não falei que ele é um apedeuta.

Gastão Ferreira/2011

Nenhum comentário: