domingo, 12 de setembro de 2010

CONDOMÍNIO FELIZ - CONTOS DA FLORESTA


CONDOMÍNIO FELIZ – CONTOS DA FLORESTA

No Condomínio Feliz começou a pré escolha dos candidatos para a seleção do próximo síndico de plantão. A bicharada andava temerosa devido à péssima administração do penúltimo zelador, um Macaco Prego que foi pego com a mão na botija e de dona Formiguinha a atual zelante que lavou as límpidas patinhas e entregou a floresta de mãos beijadas para Gamos, Sílfides e forças do Além. O Raposo tentou impor uma Oncinha muito esperta para concorrer à seleção. Dona Capivara se negou a competir, assim como o Jacaré, a Paca e o Tateto. O Bugio, a Anta, o Tamanduá e o Papagaio conhecido como “O Loro Sábio” decidiram disputar a indicação. A Oncinha reclamou, mas devido à má fama do padrinho Raposo, foi desclassificada.
Na apresentação dos aspirantes ao cargo máximo, o Bugio propôs a distribuição grátis de cachos de bananas aos povos da floresta, no que foi muito aplaudido. A proposta do Tamanduá foi tombar a selva e transformá-la em um patrimônio da fauna mundial. O Loro Sábio, como é muito sábio fez um discurso de altíssimo nível, ninguém conseguiu entender suas complicadas palavras. A Dona Anta chorou ao apresentar toda a sua numerosa família, os netos, bisnetos, afirmou ser amicíssima do próprio Saci Pererê e foi ovacionada, pois metade dos presentes ao evento era de comezinhos ou familiares. Os candidatos aguardavam a indicação definitiva.
No matagal começou um tititi danado. O Bugio contratou um bando de Macaco Aranhas para proclamarem em altos brados seus atributos. Ninguém conseguiu dormir com tanto alarido, muitos bichos levaram tombos devido às cascas de bananas jogadas no chão pelos macacos panfleteiros. O Tamanduá contratou o velho Urubu Zeca como informante. Tal urubu é conhecido como um leva e trás de primeira, conhece os detalhes mais sórdidos da privacidade dos jovens animais e também de seus pais, avós e bisavós. Adora fazer coco na cabeça dos outros. Como é analfabeto, não conseguiu escrever um dossiê dos desafetos do senhor Tamanduá que o demitiu.
O Condomínio estava completamente sem domínio quando as notícias se espalharam:- “Loro Sábio tem mapa da mina; - Madeireira Mata-Árvore é de sua propriedade!”, “ Dona Anta fez conluio secreto com o Boi Tatá com a intenção de se apossar da floresta!”, “ Tamanduá pedófilo é pego no escurinho com filhote de Cutia.”Foi um pega para capar! Cobra contra Cobra, Aranha brigando com Aranha, Veado falando mal de Piranha, Onça Pintada fazendo pouco caso de Pantera Negra. Um Tupã nos acuda! Descobriram que eram factóides lançados pelo Bugio para desequilibrar a disputa pela indicação de quem dirigirá o Condomínio.
A bicharada fez uma reunião de emergência, prometeu tocar fogo na mata e desqualificou todos os pretendentes a eleição. Escolherão novos candidatos. Já pleiteiam a vaga o senhor Ratazana, a cobra Jararaca, o Veadinho Catingueiro, o senhor Pica-pau e a avoante Quero-quero. Como podem observar, todos são bichos acima de quaisquer suspeitas, honestos, humildes, educados, cheios de amor para compartilhar. Quem será o próximo zelador do Condomínio Feliz?

Gastão Ferreira

Um comentário:

MARCOS disse...

Muito bom este conto. Por casualidade, parece estar parecido com o que, (esta coisa) que estamos vivendo hoje!!!...