sábado, 17 de abril de 2010

MENINO


MENINO...

Por que menino o destino
Se pôs comigo a brincar?
De um lado só desatino
Do outro lado... Sonhar!

O sonho que me embalava
Pelo caminho ficou...
Menino que Amor cantava
Quem o meu sonho matou?

Foi a vida indiferente...
Foi falta de compreensão?
Oh! Meu menino inocente
Sou parte da escuridão...

Perdi-me pelos caminhos
Fui pelo mundo tragado...
Tristeza! Tantos espinhos
No meu olhar estampado.

Meu menino foi embora
Meu menino envelheceu
Que saudade sinto agora
Do menino que era eu!

Gastão Ferreira

Nenhum comentário: