terça-feira, 23 de março de 2010

REMADOR


REMADOR

Um rio que sereno passa
Como querendo ficar...
Rio Ribeira que abraça
O Vale no seu sonhar...

Ao entrar por Icapára
Quando o rio avista o mar
No peito a saudade para
E o rio se põe a cantar...

Em cada curva do rio
Tem casa de pescador
Tem passarinho no cio
Tem beleza e tem amor

Amigo que me ampara
Meu coração cantador...
Sou menino caiçara...
Rema rema... Remador!

Gastão Ferreira

Nenhum comentário: