domingo, 28 de março de 2010

BAD BOY


BAD BOY

O Anjo da Guarda abdicou do cargo, abandonou o serviço, pendurou o terço:-“ Dessa vez esse menino eu não guardo, não guardo, não guardo!”O Diabinho da Guarda sorriu:-“Oba!Minha chance. Serei promovido, não posso falhar esse guri é meu tição da salvação, com ele subirei de posto.”
A mãe ficou prematuramente de cabelos brancos, chorava pelos cantos & recantos:- “Onde eu errei? Onde eu errei? Onde eu errei?” O pai tentou corrigir seu pimpolho com alguns tapas bem dados, mas parou no Conselho Tutelar e ameaçado de prisão caso continuasse a espancar a frágil e indefesa criaturinha.
Professoras desistiram do magistério. Uma enlouqueceu, outra tentou o suicídio e outra se jogou pela janela ficando tetraplégica. O bom nome da escola foi preservado e o garoto semi-analfabeto diplomado.
Um parente político e trambiqueiro o colocou num cargo muito bem remunerado e o mocinho mostrou serviço. Detonou com os colegas e concorrentes e subiu, subiu rumo ao sucesso:- “Eu pago o preço do sucesso! Mesmo que o preço seja a eterna maldição.”
O preço? Ora o preço!... Perseguições, canalhices, falta de ética, falta de escrúpulos, falta de caráter, falta, falta, falta! Acumulou fortuna através de falcatruas, superfaturamentos, roubos e chantagens. Conquistou seu espaço, ficou famoso. O pai orgulhoso, a mãe de cabelos tingida e emocionada, a diretora da escola toda prosa, o parente trambiqueiro, todos unanimes em afirmar:- “É um amor de pessoa!”
O Diabinho da Guarda perdeu o posto para um demônio mais qualificado:- “Que guri safado! Me ferrou.”O Anjo da Guarda? Ah! O Anjo da Guarda: ”- Ainda bem que não me envolvi! Fui criticado e quase rebaixado, mas com o Bad Boy eu teria falhado e o preço para quem falha é a escuridão. Pobre Bad Boy, um dia será gente, hoje é apenas um lixo, o homem é eterno e seu aprendizado é longo e todos os desacertos serão zerados. É da Lei que falo! Da Lei de Causa e Efeito, o que se faz se paga e essa Lei é fatal. Uma Lei em que a dor ensina quando falta professor... Vou aguardar, esse é meu trabalho, a vida é eterna e tudo isso é apenas o inicio... Quem viver verá! A conta não tarda a chegar.”

Gastão Ferreira

Nenhum comentário: