sábado, 12 de dezembro de 2009

VENTO SAFADO


VENTO SAFADO

A noite soprou um vento
Mudou tudo de lugar.
Estava faltando evento
Para o povo fofocar...

O pastor comeu a ovelha
E alguém mudou de cama
O velho enganou a velha
É mais um nome na lama.

Uma “ongue” bem discreta
Comprou a honestidade
Uma fortuna secreta...
Para poucos na cidade.

Cancelaram uma adoção
A mãe falou pro juiz:
- Numa casa de ladrão
Eu não deixo meu petiz!

Ah! Esse vento safado
Trocou tudo de lugar.
Gente mudando de lado
Para melhor rapinar...

La no alto da montanha
O Cristo ficou de costas.
Oh! Que vergonha tamanha
E ainda tem quem gosta...

Gastão Ferreira

Nenhum comentário: