terça-feira, 15 de setembro de 2009

CALA A BOCA


CALA A BOCA

Quem ele pensa que é?
Será que sabe pensar...
Na malandragem põe fé
E já não pode parar...

Eu reconheço um ladrão
Que tenta nos assaltar...
Em tudo enfiando a mão
Sem medo de se ferrar!

Quando pensa que fala
Qual palavra vai dizer?
Mas quando olha e cala
Tem coisa a nos esconder!

Pense naquilo que digo,
Meu pacato cidadão...
Pois em tudo eu me ligo
E chamo a sua atenção!

Eu não quero ter tristeza
Por aqui sou de passagem
Sofro em meio à safadeza
Cala a boca e gatunagem!

Gastão Ferreira/Iguape

Nenhum comentário: