quinta-feira, 3 de setembro de 2009

BAGAGEM


BAGAGEM

Deixo na Terra as dores
São todas desse lugar...
Espinhos iguais a flores
Minhas asas de voar...

Por aqui ficam rancores
Se acaso algum restar...
Levo riso, deixo amores
Para de mim recordar...

Vai comigo na bagagem
O que é fácil carregar...
Não quero nesta viagem
Ter peso para levar...

Ao partir irei em frente
Fiz aqui o que bem quis.
Eu sempre vivi contente
Onde estiver sou feliz!

Gastão Ferreira