sábado, 8 de agosto de 2009

ECOS DE PORTUGAL


ECOS DE PORTUGAL


Se é de vidro o teu telhado
Não seja assim tão cretina,
No viver põe mais cuidado
O povo sempre incrimina...

Construa no teu cantinho,
Pinte uma bela fachada.
Não ligue para o vizinho,
Durma de porta trancada!

Mantenha a janela aberta,
O teu filme não põe medo.
Não tema ser descoberta,
Todos sabem teu segredo!

Toma tento, oh menina!
Não detone com o outro.
Se tua língua é ferina...
Confira bem o seu troco!

Se queres armar barraco
Arme no próprio quintal.
Oh! Suspiros tão fracos:
- São ecos de Portugal?

Gastão Ferreira/Iguape

Nenhum comentário: