sábado, 8 de agosto de 2009

COMPUTADOR


Computa computador
Que só sabe computar
Passarinho enganador
Que não pode mais voar.

Te aprisionei na gaiola
Para ouvir o teu cantar.
Doce som de uma viola
Na minha casa a chorar!

Era livre meu amigo,
Passarinho cantador.
Embora vivas comigo
Sou causa da tua dor!

Vou te soltar finalmente
Desta prisão que te dei,
Assim cantaras contente
Os sonhos que te contei!

E quem ouvir o teu canto,
Dirá:- Como canta bem!
E saberá que meu pranto
É parte do teu também!

Gastão Ferreira/Iguape

Nenhum comentário: