segunda-feira, 13 de julho de 2009

LONGE DE IGUAPE


LONGE DE IGUAPE

Tão longe de minha terra
Sem os sussurros do mar,
Oh longo tempo de espera
Mas um dia hei de voltar!

Quero rever a Juréia
As montanhas tão serenas
Ir à festa em Cananéia
Tantas lembranças amenas

Dançar forró no Rocio...
Navegar no mar pequeno
Saltar da margem do rio
Remar canoa sem remo.

Ah! Se saudade matasse!
Eu já teria morrido...
A dor no peito renasce
Nunca fechando a ferida!

Iguape em minha memória,
Rio correndo para o mar
Pescador contando história
Sereias... Sonho e luar...

GASTÃO FERREIRA/2009

Nenhum comentário: