sábado, 27 de junho de 2009

AMADA IGUAPE



AMADA IGUAPE


Oh Iguape!
Solo do meu exílio
Terra que escolhi!

De ti não nascido
Não me tivestes
Como filho...

Mais saiba
Terra amada
Que eu sou teu!

Princesa do litoral
Não és minha mãe
És minha amante...

É do teu ar
Que vivo
Que palpito...

Tua alma
É meu sangue
Minha seiva.

Saiba...
Oh minha amada!
Amada Iguape

Quando meus olhos
Cansados de viver
Bem no meu fim...

Serão teus montes
Matas e cascatas
Que levarei comigo.

E no esquecimento
Oh minha amada!
Serei o teu cantor.

Quando o silêncio
Vier morar comigo
Saberás que sou teu

Pois em teu solo
Ficarei para sempre
Dormindo em teu chão

E numa morte assim
Sonhado encanto
Serei bem mais feliz

Serei teu vento
Ruas e calçadas.
Serei teu aprendiz!

Aprendiz do amor,
Minha princesa!
Em fim serei só teu!

GASTÃO FERREIRA/2009

Nenhum comentário: