sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

A ARCA DE NÃOÉ


CRÔNICAS DE PINDAÍBA


A ARCA DE NÃOÉ


NÃOÉ DESPERTOU APAVORADO, PELA CENTÉSIMA VEZ TIVERA O MESMO PESADÊLO. TUPÃ LHE APARECIA EM MEIO A RAIOS E TROVÕES E LHE ORDENAVA CONSTRUIR UMA YGARA (JANGADA EM TUPI GUARANI), COM A QUAL DEVIA SALVAR DA EXTINÇÃO ALGUNS ELEMENTOS DA REGIÃO.
- SERÁ QUE DORMI TORRADO NOVAMENTE? NÃO É POSSÍVEL ACONTECER LOGO COMIGO UMA COISA DESSAS! PODE SER QUE MEU NOME ATRAIA ESSES PESADÊLOS! COMO EU GOSTARIA DE TER SIDO CHAMADO DE CARLINHOS, GALVÃO, AGENOR, BENEDITO OU ATÉ MESMO DE UM INOFENSIVO JOSÉ! MAS NÃO! MEU PAI FOI COLOCAR ESSE NOME RIDÍCULO DE NÃOÉ. E, AGORA ESSE TAL TUPÃ QUE NÃO ME DEIXA DORMIR SOSSEGADO. GRITANDO A NOITE TODA NO MEU SONO:- NÃOÉ! CONSTRUA UMA YGARA! OS TEMPOS CHEGARAM! A TERRA SERÁ ALAGADA, TUDO SURUCARÁ! SALVE PELO MENOS ALGUNS DE MEUS FIEIS, AMADOS, HONESTOS, PUROS E DEDICADOS FILHOS. NÃOÉ! SALVE-OS!SALVE-OS!
NÃOÉ, SEM QUERER QUERENDO, CONTOU SEU SONHO NO BAR DO DITO E LOGO TODO O POVOADO FICOU SABEDOR. FORMOU-SE UMA MULTIDÃO IMPLORANDO UMA VAGA NA YGARA DE NÃOÉ.
NÃOÉ ATÉ GOSTOU DO PUXA SAQUISMO DO POVÃO E DE IMPROVISO TASCOU UM DISCURSO:- MEU POVO DO VALO GRANDE E MINHA POVA DO VALO PEQUENO NOTEM VOCÊS QUE PELO REDUZIDO TAMANHO DA YGARA NÃO PODEREI LEVAR A TODOS COMIGO NESSA JORNADA DE SALVAÇÃO. TUPÃ FALOU E DISSE:- SÓ OS MEUS FIÉIS, OS PUROS, OS HONESTOS E DEDICADOS SERÃO SALVOS DO NEFANDO PERIGO. TODO O FOFOQUEIRO, MENSALEIRO, NEPOTISTA, FDP, CUIDADORES DA VIDA ALHEIA, CONDENADOS POR IMPROBIDADE OU NÃO, PUXA SACOS DE CARTEIRINHA CARIMBADA OU NÃO, E O ESCAMBÁU A QUATRO OU A CINCO, EU NÃO LEVO! EU NÃO LEVO! NÃO LEVO!
O LOCAL FICOU QUASE VAZIO. UM GRUPO DE CRENTES QUE ORAVA PELO FINAL DOS TEMPOS, PEDIU VAGA. NÃOÉ FOI CATEGÓRICO:- CRENTES? NEM PENSAR, NÃO ENTRA NA MINHA YGARA NEM QUE JEOVÁ TUSSA! VOCÊS NÃO VIVEM DIZENDO QUE JÁ ESTÃO SALVOS? ENTÃO, QUE PALHAÇADA É ESSA? SÓ POSSO SALVAR OS NÃO SALVOS, OS DO MUNDO, E POR FAVOR, PAREM COM O HISTERISMO, E, OUTRA COISA NADA DE TRAUMAS E PRAGAS!
UM GRUPO GLS/PVC SOLICITOU AGASALHO. GLS? NÃO POSSO! SE FOR LEVAR TODA A FAUNA DA REGIÃO A YGARA AFUNDA. POR FAVOR, SEGUREM A FRANGA. POR FAVOR! POR FAVOR! CADA UM NO SEU QUADRADO.
O PESSOAL DA TERCEIRA IDADE, DIGO DA MELHOR IDADE, IMPLOROU UMA VAGUINHA. QUE É ISSO MEUS VÉIOS! VOCÊS ESTÃO NO FIM DA PICADA, DIGO, DA MELHOR IDADE, DEEM O SEU LUGAR PARA OS JOVENS QUE TERÃO UM FUTURO GARANTIDO E DEPOIS NÃO POSSO PERDER TEMPO FAZENDO SOPINHAS E PAPINHAS PRÁ MENININHOS E MENININHAS DECRÉPTAS. EU HEIM!
E FORAM ASSIM DESCARTADOS TODOS OS QUE O PROCURAVAM. POLÍTICOS, APOLÍTICOS, ATEUS, AMEUS, ANOSSOS, ATOAS, SÃOS E ALEIJADOS, SANTOS E PECADORES. OS HABITANTES DO LUGAREJO ESTAVAM INCONFORMADOS E PRONTOS PARA LINCHAR NÃOÉ, QUANDO SE FORMOU A MAIOR TEMPESTADE JÁ VISTA. O CÉU ESCURECEU. RAIOS E TROVÕES, PEDRAS DE GÊLO DE CINCO QUILOS, VENDAVAL E VENDAVINHO, O MUNDO FICOU SURDO E MUDO PERANTE O DANTESCO REBULIÇO. O TORÓ COMEÇOU. TUDO ESTAVA SENDO ALAGADO. AS MANSÕES, OS CASEBRES, AS CASAS DE CÔMODOS E INCÔMODOS, AS CASAS DE TOLERÂNCIA E INTOLERÂNCIA, OS BARES E BUTECOS, AS IGREJAS, MESQUITAS E SINAGÓGAS, EM FIM O PEQUENO VILAREJO SEM NOME PELO JEITO JAMAIS TERIA UM NOME, POIS TUDO ESTAVA SENDO DESTRUÍDO. OS POUCOS QUE SOBREVIVIAM EM CIMA DAS ÁRVORES, MAS QUE LOGO PERECERIAM AFOGADOS AINDA NOTARAM A YGARA QUE FLUTUAVA NAS ÁGUAS REVOLTAS, LEVANDO ENTRE TODAS AS CRIATURAS VIVAS QUE HABITARAM O LOCAL, APENAS BILÚ, MARGARETH, NOLINHO, NÃOÉ, E UM CACHORRO SARNENTO QUE JAMAIS ENTENDEU PORQUE FOI SALVO.
A JANGADA VAGOU POR OITENTA DIAS E SETENTA E NOVE NOITES E APORTOU NUM LOCAL APRAZÍVEL. UM SITIO CERCADO DE VERDES MONTANHAS E UM IMENSO E MAJESTOSO RIO. ESSE LOCAL, NUM FUTURO MUITO DISTANTE FICARIA CONHECIDO COMO O FANTÁSTICO E INACREDITÁVEL REINO DE PINDAÍBA. NÃOÉ E OS SOBREVIVENTES FORAM OS PRIMEIROS A DESCOBRÍ-LO E HABITÁ-LO. QUEM QUIZER MAIORES DETALHES, FAVOR CONSULTAR O VOLUME-I DE CRÔNICAS DE PINDAÍBA, O INICIO.


GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP-2009

Um comentário:

corvo hellmaster disse...

gastão a cada texto se supera
la vai uma sugestão
o lançamento de um livro reunindo os principais textos