domingo, 18 de janeiro de 2009

MINHAS CANTIGAS


MINHAS CANTIGAS

Minhas cantigas são velas
Com elas posso viajar
São perdidas caravelas
Que resgatei do meu mar

Elas são parte dos sonhos
Âncoras de minha aflição
Distantes portos risonhos
Denso nevoeiro... Ilusão!

Redes do meu pensamento
Aves em arribação
Refletem o meu sentimento
Escondem a minha aflição

Cruel punhal assassino
São flores do meu jardim
Veredas no meu destino
Todos os pedaços de mim...

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: