segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

VIVER


VIVER

A máscara
Sorriu.
A máscara
Mentiu...

O abraço
É um traço
Que faço
E desfaço

O caminho
É um ninho
Aninho-me
De mansinho

A chama
Chama...
O meu nome
E some

A fome
Tem nome
Ela come
O homem

Sou um menino
E vou crescer
Meu destino
É viver...

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/

Nenhum comentário: