segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

A VIDA


A VIDA

A vida põe mil cores delirantes
Nos corações onde o amor brotou
Diz que o fim próximo é distante
E se aquece no fogo que criuo...

Cega de paixão desnuda o homem,
Seu íntimo... seu ego...seu viver...
E queima na fogueira dos rancores
Os restos de acalantos que sonhou.

E assim... a voz do vento
Movendo um coração tão sonhador
Atiça essa paixão... fogo sagrado

Que Prometeu dos céus arrebatou.
Incendeia meus campos de saudades
E ilumina a esperança que restou...

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: