terça-feira, 9 de dezembro de 2008

ULTIMA GUERRA


ULTIMA GUERRA

Depois que as bombas caíram
O próprio sol se escondeu
Todas as fontes secaram
... Depois o homem morreu...

Depois fugiram as estrelas
Cobriu-se a Terra de véus
Dos barcos pendidas velas
Não mais o azul nos céus

Depois se calaram os pássaros
Fez-se um silêncio de frio
Nenhum murmúrio no espaço
Nenhuma vida no rio...

Depois brotou a semente
De uma flor derradeira
No mundo agora sem gentes
Numa Terra sem fronteiras...

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: