terça-feira, 9 de dezembro de 2008

SÓ NA FOTOGRAFIA


SÓ NA FOTOGRAFIA

A cidade esta se preparando para mais uma campanha eleitoral, que será diferenciada, nada de uísque, conta atrasada de luz, dentaduras, cestas básicas, pinga, camisetas, bermudas e chinelos de dedos… o único presente permitido por lei será uma fotografia.
Nossos futuros representantes estão queimando os neurônios para inovarem, e através de um mero retângulo de papel provar a todos sua honestidade, integridade, inteligência, caráter e humildade, conquistando assim, nossa inteira confiança.
Dizem que os olhos são o espelho da alma, portanto as fotografias mostrarão nitidamente o pensamento secreto de cada candidato, e os astutos eleitores poderão vislumbrar o reflexo do verdadeiro motivo que levou o pacato e despojado cidadão a se candidatar.
Pelo olhar poderemos saber o que se esconde por trás de caras, bocas e promessas estampadas nos impressos.
- Bocas tortas, significam pouco caso, tipo: - To nem aí! Só quero o meu e o teu…
- Bocas risonhas: - to rindo forçado! Mas vocês vão me pagar muito bem…
- Olhos brilhantes: - Meu colírio! Vocês vão carregar minhas varias cruzes…
- Olhos tristes: - To carente! Ajudem-me que depois a gente tenta descolar qualquer coisa…
- Olhos meigos: - Minhas ovelhas! Não vejo a hora de tosquiar vocês…
- Olhos lacrimejantes: - Eu bebo sim! Estou vivendo… tem gente que não bebe e esta perdendo.
Os estúdios fotográficos estão oferecendo cursos de pose. São diversos: - O de bonzinho, o de amável, o de defensor moral, o de honesto, o de humilde, o de amigo do povo e muitos outros.
Alguns candidatos, no impresso junto à foto, presentearão os votantes com receitas de comida caiçara, bolos e poderosas orações, calendários de pesca, telefones úteis e inúteis, e uma infinidade de informações que julgam indispensáveis a melhoria intelectual de seus eleitores.
Guardem com carinho as que tiverem imprimido os planos e promessas pós campanha, assim poderão cobrar o não cumprido, tipo: - Meu nome é honestidade! O turismo é nosso futuro! Barragem para todos! Pedintes… só em outras cidades! Valo-Grande limpo! Fora os ratos, onde quer que eles estejam!
Não vale foto montagem, tem que ser ao vivo e a cores. Não podemos comprar joio por soja (o trigo já era), senão futuramente caso ocorra algum fato lamentável, todos dirão: - Qual é? Tava na cara (na foto)! Elegeu por que quis! Ninguém te enganou… honesto e consciente cidadão! Fique esperto e analise muito bem a fotografia, o nosso futuro depende de seu voto, sua escolha acertada é nossa garantia de quatro anos de prosperidade… ou não?


GASTÃO FERREIRA
gastaoiguape@yahoo.com.br

Nenhum comentário: