segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

RIO RIBEIRA


RIO RIBEIRA

Na bela margem do rio
O amor se debruçou...
E a correnteza sorriu
E a correnteza cantou.

É amor quem vem chegando
Para em meu leito florir.
Sonho! O mundo enfeitando
Para tão breve partir...

E a correnteza seguindo
Zombando de minha dor
Leva meu sonho sorrindo
Como a água leva a flor.

Rio Ribeira meu menino
Água que me viu crescer
Misturou no meu destino
Tanto sorriso e sofrer...

Pescadores dessas águas
Remam sonhos no olhar,
Vão afogar suas mágoas
Nas vastas águas do mar.

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: