segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

RIBEIRA


RIBEIRA – UM RIO

Rio Ribeira o meu destino
Misturou-se em tuas águas
Com meus sonhos de menino
Meu querer e minhas mágoas

A vida cheia de curvas
Vem me testar a razão
Por vezes são águas turvas
Outras vezes... Ilusão!

Esse rio igual à vida
Me carrega pelo mundo
Sempre curando as feridas
Com o seu amar profundo

E assim a curva do rio
Como me dando um abraço
Vai levando a minha dor
Meu sofrer e meu cansaço.

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: