segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

RETRATO


RETRATO

O teu retrato que um dia
Eu tolamente roubei...
Não devolvo. Quem diria
O teu retrato... Rasguei!

Rasguei meu sonho perfeito
Que outrora me fez feliz...
Mas a lembrança no peito,
Não tem jeito... Não desfiz!

Já rezei Ave Maria...
Até mesmo Padre Nosso
Fiz promessa... Covardia,
Quero esquecer e não posso!

Não posso apagar da mente
Momentos feitos de amor.
Lembra-se o riso contente
Do beijo sinto o sabor...

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: