terça-feira, 9 de dezembro de 2008

O PODER PASSA


O PODER PASSA

Quanto maior a esperteza
Maior o tombo da sorte
A nossa grande certeza
É dar de cara com a morte

Da vida nada levamos...
Jóias casas bens carrão
Na vida tudo deixamos
E vamos a sós ao caixão

Por isso tome cuidado...
Mas também tome cachaça
Não abuse do coitado...
E do outro não desfaça.

Por entre risos e abraços
Por entre ranger de dentes
Cada dia é um novo passo
Aprende a viver contente.

E assim nós vamos seguindo
Por caminhos desiguais...
E o poder passa sorrindo
Não fica... Somos mortais!

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: