segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O PALHAÇO SOU EU


O PALHAÇO SOU EU

Viajamos através do reino em carros de bois,
Trens, metrôs, barcos. Amarrados em rojões
Alguns se explodem e vão para o céu de ALÁ
Outros perdem braços e pernas. Enlouquecem

Assassinos... Heróis... Loucos e mendigos...
Uns encalham em praças. Outros em prisões,
Alguns apenas matam e se matam... Vingam-se
E existem muitos outros que simulam viver...

Qual a dor dói mais? ... A que não vemos?
Ou a que é exposta em revistas e jornais!
O espelho anula o monstro que escondemos
E no dia a dia somos todos tão banais...

Como em toda história há sempre um palhaço
Naquele em que é fatal a mera indiferença...
No que aponta que o rei morreu e já fedeu...
Pois nesse mundo imundo, o palhaço sou eu!

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: