segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

MESMO QUERER


MESMO QUERER

Corre o tempo para o nada
Fugitivo da emoção...
Nada perdes... Nada ganho
Somos partes da ilusão...

Não perca tua alegria
Buscando eterno por que
Foi a sorte que um dia
Me fez gostar de você

Oh tempo tão passageiro
Oh vida desfeita em dor
Navegam barcas ligeiras
Os mensageiros do amor

Tão juntos, tão separados
Igual razão de viver...
Que o destino apressado
Atou num mesmo querer!

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: