segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

DRINK



DRINK
Me perco e me encontro
Ontem hoje sempre assim
- Vivo em desencontro...
Perto!Tão longe de mim.

Tua presença é vento,
Ar, tufão, tempestade
Se fujo em desalento!
Volto:- Sou covarde!

De mim quase esqueci,
O teu querer despedaça.
Gritei, chorei, me agredi
E essa dor não passa...

Por mais que desfaça
Esse amor se insinua
No fundo dessa taça;
- Bebo a lembrança tua!

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: