terça-feira, 9 de dezembro de 2008

DORES DA ILUSÃO


DORES DA ILUSÃO

Quando a noite chegar
E eu me vestir
Com as cores da paixão
Com as dores da ilusão
E sair por aí a caminhar
Em busca de um olhar
Que fira o coração...
Que desate as amarras
De esse barco viver...

Que eu possa me dizer:
- A vida vale à pena.
Pois tudo passa
Misturando os rumores
Desde um buquê de flores
A um punhal no peito...

Sou suspeito por falar assim
Não colho as flores do tempo
Elas passam por mim...
Eu rio, choro, lamento...
E invento a canção,
E espero... E espero
Até a noite chegar
E eu me vestir
Com as cores da paixão
Com as cores da ilusão...

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: