terça-feira, 9 de dezembro de 2008

DIGA TEU NOME


DIGA TEU NOME

Diga a essa alma
Qual o segredo
Do seu medo...

Desvenda o enredo
Desfaça a tormenta
Que atormenta...

Apaga a luz do sol
Afasta a lua...
A verdade insinua.

A vida tem sentido?
Tudo isso existe!
E a tudo se resiste?

Chama que me chama
Dor que me consome
Diga teu nome!

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: