segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

BRISA E VENTO



BRISA E VENTO

Tudo na vida tem preço
Para quem pode pagar
O sonho tem endereço
Basta querer e comprar

A máscara presa na face
Não revela a minha dor.
O gosto que tem a lágrima
Fez de mim... Um sonhador

Conheço tantos caminhos
Por tantas trilhas passei.
Os gritos e meus espinhos
Um por um os suportei...

Os meus amores sem nomes
Rondam na noite vazia.
Os ecos de suas fomes
Vestem a minha fantasia...

Em mim restou à saudade
Me aprisionando no tempo
E passei por suas vidas
Como passa brisa e vento.

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: