terça-feira, 9 de dezembro de 2008

BENVINDA


M O N Ó L O G O 01

AUTOR: GASTÃO FERREIRA/IGUAPE

TÍTULO: BENVINDA
(ENTRA CANTANDO...)
LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ
LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ...
UMA PRINCESA ENJAULADA
NUMA PRISÃO DE LUAR
SONHA SEU SONHO ENCANTADO
UM LINDO AMOR ENCONTRAR...


(TIRA UMA FLOR DO CABELO E JOGA NO CHÃO)


NÃO SUPORTO MAIS ESSE QUARTO
ACHO QUE DEVO TROCAR TUDO...
ESSA DECORAÇÃO RIDÍCULA
ESSES TAPETES PERSAS
ESSES QUADROS ANTIGOS...
TODA A CRIADAGEM
DO TEMPO DE MINHA IRMÃ...

NINGUÉM NEM PODE DESCONFIAR
MAS ELA ERA O LADO NEGRO DA FAMÍLIA
DESDE PEQUENA FOI MALVADA...
BATIA NO CACHORRO
ESPANCAVA OS CRIADOS
MORDIA A BABÁ...
ERA SIMPLESMENTE UM DEMÔNIO
E PARA MEU AZAR
ERAMOS GÊMEAS
E QUEM SEMPRE APANHAVA!...ERA EU!

MALVINA SORRATEIRAMENTE
ESPALHAVA FUCHICOS PELO CASTELO...
MAMÃE PARA NOS DIFERENCIAR
COLOCAVA UMA FITA BRANCA EM MALVINA
E UMA AZUL EM MIM... BENVINDA.

MALVINA SE APROVEITAVA
DE MINHA INOCÊNCIA...
TROCAVA AS FITAS
E APRONTAVA MIL E UMA NO CASTELO... 02
QUANTAS VEZES LEVEI A CULPA!...
EU!...A BOA ERA TIDA COMO A MÁ...
NINGUÉM ACREDITAVA EM MIM
DIZIAM QUE EU ERA FINGIDA...

E A DESCARADA DE MINHA IRMANZINHA
FAZIA CARETAS...
MAS QUANDO OLHAVAM
ELA ESTAVA SÉRIA...
E POR VEZES ATÉ CHORAVA
SÓ PARA ME PROVOCAR...

FOMOS CRESCENDO...
EU ERA SÓ RECATO.
ELA!...ELA ERA A MÁ!
BEBIA FUMAVA TRANZAVA
E EU COITADA... SÓ REZAVA!

MAS UM DIA
DEI O TRÔCO
ENVENENEI A DESGRAÇADA
E TROQUEI A FITA...

NINGUÉM CHOROU...
DERAM GRAÇAS A DEUS!
NUMA FAMÍLIA COMPORTADA
A MALVADA MORREU...

MAMÃE DESCONFIOU...
TENTEI DESPISTAR
UM EMPURRÃO DA ESCADA
E ELA SE FINDOU...

NÃO ME SINTO CULPADA!
A MALVADA?...
ERA MINHA IRMÃ...

TENHO DORES DE CABEÇA
MAS DESDE CRIANÇA
SEMPRE FOI ASSIM...
TEM VEZES QUE PENSO
SER OUTRA PESSOA
E TODOS FICAM
COM MÊDO DE MIM...

MAS NÃO TENHAM MÊDO!
EU SOU A BOAZINHA...
A QUE ERA RUIM
EU MATEI...
TIREI DE DENTRO DE MIM.

ONTEM EU NÃO ERA PRINCESA 03
ERA UMA ESCRAVA ROMANA...
AINDA TENHO A MARCA DOS GRILHÕES!

AMANHÃ!...NÃO SEI O QUÊ SEREI...
UMA SEREIA DO MAR. UMA MENDÍGA?
OU A FILHA BEM AMADA DE MEU REI!

DEVO TROCAR ESSA DECORAÇÃO...
TROCAR DE CASA DE PAÍS DE ESTADO.
FUGIR VOANDO... DEIXAR ESSA PRISÃO.
NÃO SUPORTO MAIS ESSE PALÁCIO...
QUERO UM PRÍNCIPE... QUERO ME CASAR...



(CANTA...)


LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ
LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ LÁ

UMA PRINCESA ENJAULADA
NUMA PRISÃO DE LUAR
SONHA SEU SONHO ENCANTADO
UM LINDO AMOR ENCONTRAR...




(VIRA AS COSTAS PARA O PÚBLICO
NAS COSTAS ESTÁ ESCRITO – (HOSPÍCIO)




gastaoiguape@yahoo.com.br

Nenhum comentário: