terça-feira, 9 de dezembro de 2008

AGRESSOR


AGRESSOR

Um sonho esta morrendo
Para outro sonho nascer
E assim nós vamos vivendo
Nesse eterno vai e vem...

O amor dorme enjaulado
Numa prisão de luar...
Por vezes surge a teu lado
E não o queres notar.

Tudo na vida tem preço
É só querer e pagar
O sonho tem endereço
Basta saber procurar...

Quem aprende nunca esquece
Do bom ou mau professor.
Vítima do mal, quem merece
Ser de si próprio agressor?

E assim as dores da vida
Transformam-se em canção
Numa saudade doída
Ou numa dura lição...

GASTÃO FERREIRA/IGUAPE/SP

Nenhum comentário: